terça-feira, 31 de dezembro de 2013

No último dia do ano de 2013....

Tudo passa, tudo se ultrapassa, mesmo aquilo que hoje pensamos ser a maior dor,amanha vemos que afinal não é assim tão mal... A vida é um jogo, feita essencialmente de decisões,umas boas outras más, umas que dependem de nós outras nem tanto! E são essas decisões que nos causam dor ou alegria! Mas independentemente de qual seja nunca devemos magoar o próximo...ninguém merece ser magoado,ainda por cima se for injustamente! A vida é um jogo aliciante, lá isso é, mas não é como aliciar com doces e quando estamos felizes retirarem-nos o doce! E é este o pensamento final de 2013! Que 2014 nos traga menos cobardia, mais alegria,menos mágoa,mais felicidade e que só nos cruzem pelo caminho da vida pessoas que nos façam felizes e que saibam o que estão a fazer, e que tenhamos de tomar mais decisões boas que más!

sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

E o tempo passa.... capítulo 2

E o tempo passa e o Natal já passou! Ainda bem pois não gosto do Natal nem da trabalheira que a nível profissional dá... é só stress e pressão e detesto trabalhar sob pressão! Mas já passou e nem desejei Feliz Natal a quem por aqui passa...(espero que tenham tido um Natal com muita saúde e paz!) este ano era véspera de Natal e eu a embrulhar prendas... nunca me tinha acontecido! E o tempo passa e estamos a caminhar para o final do ano. Retrospectiva do ano 2013??? Não preciso pensar mais do que 1 segundo para dizer que foi o pior ano da minha vida! Um ano de decisões muito, muito dificeis, de muitas lágrimas. Se me pedissem para descrever este ano em duas palavras claramente que seriam lágrimas e saudade! E a minha tia que é toda dada aos signos dizia que este era o nosso ano (também ela é do mesmo signo que eu). Hmmm foi mesmo o meu ano, sem dúvida... tudo o que consegui alcançar este ano e anteriormente perdi este ano por isso foi um ano e pêras! Muito duro mesmo! Claro que houve aspetos positivos claro que sim, senão já tinha cortado os pulsos! lol mas os negativos sobressairam e muito e principalmente deixaram marcas, feridas, que vão demorar muito até sararem. Por isso não me esquecerei deste ano! Agora, agora só queria que o 2014 me desse aquilo que perdi! E com isso alguma felicidade e sorte....

E o tempo passa....

.... e os dias e as semanas têm passado rapidamente... só na última semana consegui regressar à normalidade. As outras, essas nem tive tempo de pensar no que me mais me magoava. Se bem que há mais do que uma coisa a magoar-me! Mas digamos que fui quase como que "obrigada" a pôr dois assuntos para trás e preocupar-me só com um e assim consegui ultrapassar com êxito aquele com que me debrucei... o Natal dos meus bebes da Creche correu pelo melhor, superou todas as expetativas a nossa festinha e isso deu-me uma pequena sensação de alivio que há algum tempo não sentia. Sim, uma pequena sensação de alivio pois o resto continua a matutar cá dentro. Mas apesar de tudo foram umas semanas boas no sentido em que a agitação era tanta que mal tinha tempo para pensar no resto que tanto me faz doer o peito!
Agora que voltei um pouco à normalidade vejo que sim, dói muito, e por momentos ainda não acredito mas o tempo passa e vejo todos os dias que vou sobrevivendo.... sobrevivo à ausência de quem esteve ao meu lado durante algum tempo. Estou viva, levanto-me todos os dias e vou à minha vida. Sim dói mas eu consigo. Sim dói mas a infelicidade acredita que não é minha é toda tua! Porque eu levanto-me todos os dias e faço a minha vida e não tenho esse tipo de conflitos interiores mal resolvidos! Sim arrependo-me mas agora já não há nada a fazer. Fica a saudade, essa que tem estado lado a lado comigo durante a maior parte deste ano, por variadas razões. Esta é apenas mais uma razão, se calhar a menor das minhas saudades é essa. A outra essa não me perguntem mas não sei quando é que a vou deixar de sentir!
A vida é mesmo assim, mas nisto tudo acho que é fundamental reter uma coisa: "Não invadas o planeta dos outros se o teu está avariado". É algo de puro egoismo... não é ser frio é ser estúpido! os outros não têm culpa dos nossos conflitos interiores mal resolvidos... E com este tempo também pensei e não vou ser fria nem nunca serei, pois ninguém tem culpa das minhas quedas, dos meus fracassos! Irei ser sempre a mesma, e um dia alguém irá dizer-me "obrigada por seres quem és, agora sou eu que te vou retribuir!"

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Sem eira nem beira... não sei para que lado me virar, não sei onde me agarrar. Sei que vai passar mas de uma coisa sei - entre hoje e amanhã não vai passar. Há muito tempo que não sentia esta dor, já não me lembrava o quanto ela faz doer, parece que vou morrer mas sei que não vou.
Já foi o tempo em que ficava a matutar a tentar compreender os outros. Hoje já não o fiz. Hoje o que fiz o dia todo foi tentar arranjar pontos para me agarrar. Cai a queda foi muito grande, foi de um sitio muito alto, parecido a um precipicio, e só tenho olhado à volta para tentar agarrar-me e levantar-me. Só estou preocupada com isso - em levantar-me, cuidar das feridas e ir à minha vida. Não estou preocupada com muito mais só em voltar à minha vida e no modo como vou conseguir fazê-lo. Deus vai ajudar-me ele não me vai falhar, e isso é que interessa. Eu vou conseguir sei que vou!

domingo, 1 de dezembro de 2013

Há dias em que me apetece desistir...  há dias em que as coisas não me fazem totalmente sentido, falta algo... e só me apetece desistir. Mas por outro lado tenho medo que me venha a arrepender!

domingo, 24 de novembro de 2013

Sonhos...

Há muito que os meus sonhos não se aproveitam para nada... só sei é sonhar com o meu ex trabalho, e com todas as preocupações que esse assunto acarreta... ontem à noite enquanto dormia com o meu namorado agarrado a mim sonhei um sonho bonito... um sonho que não sei se alguma vez tive e se tive nem me lembro quando foi... sonhei que tinha uma filha... uma pirralhinha mt pequenina mas que já andava a pular por cima de mim enquanto estava deitada! Foi giro, foi um sonho giro... afinal parece que sou uma pessoa normal e que também sonha com filhos... não que esteja a querer dizer que o meu relógio biológico está em altas... nada disso mas gostei do sonho posso sonhar esta noite também que não me importo! :)

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Maneiras de ser...

Sou uma pessoa que levo tudo a peito e isso é mau... é mau porque facilmente fico magoada, fico a matutar em coisas que por vezes são estúpidas, é mau porque ralo-me desnecessariamente, crio rugas sem necessidade... e pronto é mau! É mau para mim para os outros não estou a ver que crie assim  tantos problemas como para mim! E mudar isso? Ui não sei se consigo... dicas precisam-se!

domingo, 17 de novembro de 2013

Os nossos jantares e os jantares com as outras....

Tenho um grupo de amigas que organiza jantares comigo e com mais duas amigas e que depois organiza jantares só com elas. Não acho de todo isto normal... Em pleno aniversário de uma amiga (também excluida desses jantares) elas estavam a combinar um jantar e sem querer eu ouvi! Não sei o que vai na cabeça desta gente... achei feio estarem a combinar ali, quando eu ou mais alguém poderiamos ouvir! E achei triste... sei que nos distanciámos um pouco mas pelo menos faziam isso sem nenhuma de nós por perto... às tantas queriam mesmo que ouvissemos para ficarmos com inveja! Será?! Já não sei o que ache.... felizmente tenho mais amigas, elas coitadas é que não têm muito mais que isso... mas fiquei a pensar naquilo... no que as amizades se tornam! Tal como os amores, as amizades também não duram para sempre! Tudo nesta vida tem um principio, um meio e um fim!
''Se vieres, por exemplo, às quatro horas, às três, já eu começo a ser feliz. E quanto mais perto for da hora, mais feliz me sentirei. Às quatro em ponto já hei-de estar toda agitada e inquieta: é o preço da felicidade! Mas se chegares a uma hora qualquer, eu nunca saberei a que horas é que hei-de começar a arranjar o meu coração, a vesti-lo, a pô-lo bonito...São precisos rituais.''


...porque me sinto bem a teu lado, sinto-me aconchegada quando estou deitada contigo... porque gosto muito de ti! :)

segunda-feira, 7 de outubro de 2013

O Luto....

Dói-me a alma, dói-me o coração, sinto-me revoltada, magoada, muito triste! Estou de luto e não sei durante quanto tempo continuarei. Travo diariamente uma grande luta comigo mesma, em que tento livrar-me deste pesadelo, em deitar tudo para trás das costas mas ainda não o consigo fazer, pois a fase do luto ainda não terminou. Dizem que quando se acabam relações tem que se fazer a fase do luto, mas quando termina um emprego também tem que se passar pelo mesmo processo. Neste momento vejo-me nessa posição. Ainda não consegui seguir em frente, embora tenha de o fazer todos os dias, pois todos os dias tenho que contactar com uma nova instituição, com novas crianças, novas colegas, mas nem por nada que me consigo desapegar do passado. Durante o horário laboral consigo fazê-lo pois a minha cabeça anda ocupada com os "meus bebes" mas assim que saio de lá o pensamento é logo invadido pelas memórias passadas. Talvez o facto de muita coisa ainda estar por resolver, me impeça de seguir em frente, penso que em parte é por ai... Tento ter forças mas é muito, muito difícil e só quem está no mesmo barco do que eu é que me compreende. As outras pessoas de fora até podem tentar fazê-lo, ou tentam mostrar-me que não é por ai o melhor caminho, que não posso pensar assim.... que é o caso do meu namorado, mas estão a léguas de imaginar o pesadelo que é a vida de quem lá esteve, de quem sofreu e sofre o que eu sofro... Todos estão despedaçados cada um há sua maneira: há os que saíram e choram, há os que ficaram e não têm coragem para sair, mas cujos corações estão destroçados e há os que saíram e a revolta dá para se refugiarem na bebida! Estamos todos afastados, já não estamos juntos todos os dias como estávamos mas cada um no seu silêncio sofre à sua maneira. Éramos uma família e de repente perdemos a nossa estabilidade e tivemos que nos afastar uns dos outros e dói, dói muito!
Tentamos dar força uns aos outros e tentar encorajar para as lutas que temos pela frente, pois já mais nada nos resta senão isso, e já ter um pouco de força é muito bom. Cada dia que passa sinto que perco um pouco mais de força, mas cá estou para dar força aos que estão no mesmo barco que eu e ainda com mais problemas acrescidos. Ainda agora estive a dar força a uma colega que está prestes a perder o marido... uma família de quem gosto muito... Sei que tenho de me preparar para pôr a minha dor de lado e ir apoiar a dor deles, e fazer outro tipo de luto, mas só de pensar nem sei onde vou arranjar forças para fazê-lo.
Sinto-me deveras muito cansada, a minha cabeça está completamente destroçada!

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Saudades

Tenho tantas mas tantas saudades de tanta coisa vivida com tantas pessoas, que fico com o coraçãozinho tão apertado... é engraçado como só damos valor a momentos quando não os temos.
E eu que vivia frustrada, aborrecida por não ter uma pequena coisa na minha vida, que hoje vejo que era mesmo pequena, que nunca me apercebi que tinha era tudo... e o tudo perdeu-se! E está difícil de sarar a ferida que o "tudo" que perdi deixou!
Oxalá o tempo voltasse atrás... já passou algum tempo mas no fundo estou sempre à espera de um dia acordar e pensar que era apenas um sonho, um bad dream! Mas também sei que esse dia não vai chegar!

domingo, 15 de setembro de 2013

E pronto fiquei com o Poc e pronto estou de novo no ativo... não estou feliz nem triste... esta porra gasta-me o tempo todo de desemprego mas pronto sempre é melhor do que ficar em casa a deprimir, eu acho... não é bom nem mau, faz-se! A instituição tem umas infra-estruturas fantásticas, uma forma de trabalhar muito diferente daquilo que eu estava habituada... por isso é como eu digo não é bom nem mau, faz-se!

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

E segunda-feira tenho uma entrevista numa creche aqui da terra para um POC! Vamos ver se fico, antes ficar com um POC do que ficar em casa a deprimir... não fossem estas medidas precárias do Estado e havia "empregos a sério"! Enfim, hoje fico por aqui porque estou com a mosca e a minha paciência está a esgotar-se cada dia mais...

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Quatro meses...

Há quatro meses que estou em casa e ainda não dei em maluca!! Encaro isso como uma vitória!! Têm sido quatro meses de momentos de relax, de stress, de mágoa, de alegrias... têm sido um misto de um pouco de tudo! De momentos bons a momentos menos bons, em que tenho caído mas também tenho-me levantado. Tenho tentado encarar estes meses de "férias" da melhor maneira possível... nem sempre é fácil, por vezes existem outras coisas, para além desta, a quererem deitar-me abaixo mas tenho sobrevivido!
Neste mês de Agosto, o IEFP achou por bem chamar a malta para um curso... deve ser para a malta não arranjar "biscates" de Verão, e para na Tv dizerem que a taxa de desemprego baixou, uma vez que não temos a obrigatoriedade de nos apresentarmos de 15 em 15 dias à Segurança Social, por isso neste momento não existimos tão pouco! Enfim... estou a tirar um curso de alemão! Já não bastava ser um idioma difícil, senão também o formador não prestar para nada!! Como um colega meu dizia no outro dia : " não pesco um boi disto!" e faço das dele as minhas palavras! Enfim, fui para lá obrigada e aquilo não me vai servir para dar equivalência a nada... já sou licenciada por isso só se me derem equivalência ao mestrado!
Serviu foi para a malta não ficar em casa a deprimir e assim socializar e conhecer novas pessoas! Foi o que retirei desta formação de um mês, em que o formador dá matéria como se tivéssemos dois anos disto, até ditados faz, a pessoas que nunca tinham tido uma única aula de alemão! Mas pronto... deixemos o homem descansar senão a esta hora ainda as orelhas começam a ferver e ele depois não consegue dormir!! Um belo cromo a ganhar um belo dinheiro é o que é, mas pronto...

Amanhã terei novidades......

quinta-feira, 25 de julho de 2013

domingo, 21 de julho de 2013

Desistir?

Yes, neste momento é isto... pensar em desistir mas lutar, lutar para me levantar... agarrar-me com todas as minhas forças!

sábado, 20 de julho de 2013

Acredito um pouco que sim... nada nos acontece por acaso,  tudo tem a sua razão, por menos boa que seja! Há pessoas que quer queiramos quer não, mesmo com o passar do tempo, acabam por se cruzar connosco e a ficarem presos por essa linha connosco!

Crime Versus Crise

Derivado à minha vida de desocupada, que tenho desde há uns tempos para cá, tenho mais tempo para ver tv e as desgraças todas que vão por este país fora...
No programa do Goucha e da Cristina, na parte do fim, há sempre uma crónica policial, e no outro dia era sobre o aumento dos homicídios entre casais que, dizem eles, está relacionado com a crise (principalmente aumento do desemprego). Um dos cônjuges fica desempregado, fica depressivo e depois vá de atirar na sua cara metade... Realmente que o desemprego deixa uma pessoa completamente deprimida lá isso é verdade, eu estou a  passar por isso na pele e luto com todas as minhas forças para não me ir muito abaixo (pois há dias que sempre me vou um pouco mais abaixo) mas é uma luta para não me deprimir, para superar isto tudo. Não é fácil, nada mesmo mas não é por isso que comecei para aqui a atirar em pessoas... Eu sei e entendo que uma pessoa com uma grande depressão não está mesmo nada bem e que não lhe pode dar para fazer boa coisa mas, no entanto, as reportagens que tenho visto sobre este tipo de crime são demasiado macabras, agressivas... como é possível um ser humano fazer tal coisa a outro? É que depois a desculpa é a depressão por causa da crise, mas não querendo ser ruim ou ser mal interpretada, acho que no fundo a pessoa já tem tendência para assassino. Sempre o teve, mas nesta altura revela-se! Porque quanto muito uma pessoa que está com uma depressão, por não ter emprego ou por outra razão qualquer, suicida-se e ponto final, agora matar a mulher em frente ao filho e se calhar até matar o filho eh pá, esperem lá tem de ser uma pessoa que já tenha uma "veia de assassino"! Mas isto é somente a minha humilde opinião, que se tivesse de fazer alguma coisa, era a mim, e não à minha família!

sábado, 13 de julho de 2013

De que são feitos os meus dias?

Apenas troco as "vagarosas saudades" por muitas saudades... Sinto muitas saudades de muita coisa, de muitas pessoas!
Hoje era um belo dia para me enfiar na cama e não sair de lá... tenho sono, muito sono. Não é normal, começo a achar que tenho alguma doença. Há três meses que estou em casa, o corpo não está cansado, a minha rotina é mais sedentária, já era suposto ter descansado tudo e já não ter sono, mas não... e hoje então estou demais, estou cheia de sono mesmo... tenho até planos para sair mas por mim ficava era em casa... para além do sono há dias em que se perde completamente a força de continuar a lutar e hoje é um deles! Estou um trapo roto!!

Encerrei o capítulo...

Consegui encerrar o capítulo em grande... fiz uma festinha de finalistas para os meus meninos e correu muito bem. Já não tenho nada pendente com aquela empresa, com aquelas crianças e pais! Fiz o meu dever, fiz o que o meu coração mandou e fiquei feliz por ver os meus meninos felizes. Foi uma tarde muito bem passada, eu que estava tão apreensiva...
E já foi há 15 dias, mas para variar não tenho vindo aqui. Sinto que cada vez estou mais distante do meu blog, eu até quero escrever mas estou numa fase em que não estou a conseguir traduzir para palavras o que vai na minha cabeça e no meu coração! Talvez amanhã consiga passar para palavras o que para aqui vai nesta cabeça!

sábado, 29 de junho de 2013

E amanhã o capítulo encerra-se completamente! Só espero que corra bem! Estou desejando que seja amanhã às 19h para ficar livre disto tudo!

quarta-feira, 26 de junho de 2013

O facebook e as publicações para atingirem as pessoas...

Vejo certas publicações no facebook que quando olho para elas o meu primeiro pensamento é: "Oh God vou vomitar..." 
Mas estou quase, mesmo quase a fazer uma bela de uma limpeza no meu face... é só passarem mais umas semaninhas, um mês no máximo e vou apagar do meu face as ex.colegas ranhosas que querem enfiar inveja a mim e ás minhas outras colegas que rescindiram contrato. É que já não há paciência nem estômago. Fico parva com tamanho fingimento das pessoas. Cinismo ao seu mais alto nível para ficarem bem na fotografia e deixarem os outros mal vistos! Oh pá por favor, cada um aceita as decisões dos outros. Quem quis ficar a trabalhar fica quem não quis ou melhor ou não pode aguentar a situação vem embora. Estamos num país democrático! Mas o ser humano é mesmo nojento. Fazem de tudo para aniquilar as outras pessoas... estou mesmo fartinha! O meu maior desejo é que o estaminé feche que é para acabar-se esta mania de quererem fazer-nos "inveja"! Não sei bem com o quê aquela porcaria sempre foi uma espelunca sem condições para trabalhar, o meu único alento era o ordenadinho a horas e a tempos agora nem isso se tem por isso não estou a ver o porquê das pessoas andarem a lutar à força toda por aquela porcaria ( mas na boa, cada um é livre de fazer o que quer) o pior mesmo é andarem a fazer de tudo para deixarem os outros mal vistos, isso é que me irrita profundamente!!

Os opostos...

Há tanto tempo que não venho aqui, que não leio os posts das outras pessoas que não escrevo nenhum... Quase todos os dias me lembro que tenho de ir ao blog, que tenho tanto para escrever... tantos temas para abordar que não fiz nenhum rascunho e agora não sei por onde começar!! Só sei que há um mês que não publico aqui nada e não é por falta de assunto, é mesmo por tantas coisas que me têm acontecido que nunca sei por onde começar...
Bem, terei de dividir este post em dois sub-temas:

- Trabalho ou melhor, ex- trabalho: rescindi o contrato por justa causa, a empresa entrou em "pré-insolvência", idas e mais idas ao advogado, resultado das contas feitas: o meu rico ex. patrão deve-me 10.000 euros (coisa pouca!) Dinheirinho que tanta falta me fazia e muito provavelmente não me chegará ás mãos. Colegas ou melhor ex. colegas (tratemos as coisas pelos nomes) armadas em estúpidas a quererem fazer-nos ver que tomamos a decisão errada, por isso tentam fazer uma espécie de inveja, dizendo que a empresa vai ficar bem e tomam mais meia dúzia de atitudes estúpidas...
Tem sido uma batalha dura de travar, a nível psicológico. Posso dizer que ainda não dei em maluca mas há dias em que me vou completamente abaixo. "É que nem trabalho nem dinheiro" é o que penso mas depois, tal como fiz sempre, tenho outros dias em que me levanto do chão e tento dar a volta à situação e fico com pensamento positivo!

- Coração: o meu coração está bem, obrigada! :) Tenho namorado e sem dúvida que me tem ajudado imenso a ultrapassar esta fase tão complicada da minha vida, pois nem tudo está a correr mal, é o que penso, pois há quase dois meses que estou com ele, e tenho de admitir que o meu coração rendeu-se. Gosto imenso dele! Façam figas para que corra bem :)

E no meio disto tudo pergunto-me: É possível estar muito triste e muito feliz ao mesmo tempo?É que é assim que me sinto, estou de opostos mesmo!!

segunda-feira, 27 de maio de 2013

Seis anos de vida em seis caixas...

Tenho quase seis anos de vida de trabalho dentro de seis caixas... já trouxe o material quase todo que tinha no meu trabalho, para casa... e depois de arrumar tudo em caixas enormes de plástico, olho para elas com o coração apertadinho e penso isto : " cá está a minha vida em seis caixas". É triste, muito triste e só espero que a minha vida não fique ali guardada durante muito tempo... que haja uma oportunidade para compensar o que tenho passado no último ano!

quarta-feira, 22 de maio de 2013

Não há impossíveis...

"A vida é feita de impossíveis"  - pois é como tu tens toda a razão. Ninguém diria que um dia ficaríamos juntos, depois de tantos anos que nos conhecemos, mas ao mesmo tempo não nos conhecíamos, depois de tantos obstáculos pelos quais cada um de nós passou; a vida, ou o destino, fez questão de nos aproximar, e nós fizemos o resto.
Confesso que me sabe bem ter alguém do meu lado, finalmente alguém que gosta de mim, e de quem eu estou também a gostar, e nesta altura da minha vida tão complicada, sabe bem ter ali alguém em quem me posso refugiar, que me faz demonstrar que a vida não é só os problemas profissionais que estou a viver, a vida é muito mais que isso. E mesmo hoje depois de ter tomado mais uma decisão difícil a nível profissional, estou feliz, porque acabei o dia com essa pessoa, com as nossas longas e profundas conversas... e sabe bem um beijo e um gosto de ti! Quem não gosta de ser mimado não é?!
Faço fisgas para que dê certo, pelo menos estamos a esforçar-nos para tal! Bolas, afinal de contas também mereço ser feliz!

sábado, 18 de maio de 2013

Não acho normal...

...não acho normal pessoas estarem com 5 ordenados em atraso a receberem todos os meses "migalhas" como ordenado (pouco mais de 100 euros), levarem o tempo todo a queixarem-se e que não há salvação para a empresa mas no fim não fazerem rigorosamente nada para acabarem com esta situação!
Ainda menos normal acho quando estavam à espera do resultado de uma reunião (que supostamente iria pôr tudo em pratos limpos) para tomarem a decisão de acabar com tudo, pois já não aguentam trabalhar assim, e no fim tal como eu esperava, mais uma reunião em que não se tomou decisão nenhuma e as pessoas continuam à espera, desta vez de uma outra reunião e não tomam decisão nenhuma, mas atenção, têm consciência que a empresa já não vai para a frente e que não dura muito mais e que os ordenados que têm em atraso nunca os vão ver mas, ÑÃO FAZEM NADA!!! 
Não, isto é demasiado para mim, para conseguir entender, por mais que tento não consigo perceber. E como não tenho estômago para isso, a minha decisão está tomada... eu não compactuo mais com isto, nem vou ajudar mais o meu patrão a encher os bolsos à minha custa! Cansei, final do capítulo!

segunda-feira, 13 de maio de 2013

Quase um mês e meio depois...

Têm ocorrido mudanças na minha vida...
Há quase um mês e meio que não estou a trabalhar... já passou tanto tempo, agora que penso nisso!! Lado positivo da coisa: estou viva, ainda não dei em maluca em casa. lado negativo: estou a "morrer" de saudades dos meus meninos...Agora dou mais valor ainda à minha profissão, pois passo um ano inteiro cansada, a dizer que estou farta dos putos, mas agora sinto saudades de ensinar, sinto saudades do barulho que fazem, dos miminhos, das birras... É muito triste quando temos que abandonar o nosso posto de trabalho contra vontade, com tristeza, porque os nossos patrões nos devem muitos ordenados, e nos pagam uma "migalha" por mês e por isso somos obrigados a tomar decisões difíceis como abandonar tudo e vir embora para casa... foi uma das decisões mais difíceis que já tomei. E ao contrário do que toda a gente me diz, oxalá não estivesse em casa de suspensão. Pois toda a gente diz ai tal estás como queres não fazes puto é só férias e ainda ganhas e do que é que te queixas... ah pois é ganho bem, lá isso é verdade, é por isso que muita gente se acomoda a este tipo de subsídios  não compensa mesmo estar a trabalhar lá isso não, mas não fui feita para estar em casa a coçar a micose...enfim...
Entretanto em casa, a pessoa quebra completamente a rotina, fica com demasiado tempo... demasiado tempo para pensar; que é aquilo que tenho sempre mais medo, cada vez que venho de férias, e agora que estas "férias" são maiores com mais medo fiquei... de ter tanto tempo para pensar na minha magnifica vida (ironia). E tanto pensei que resolvi dar uma volta à vida, aos sentimentos...afastar-me de quem me faz mal ou que me poderá trazer grandes problemas... e já que a minha vida anda de pernas para o ar, está na altura de fazer mais algumas mudanças, e dar atenção a outras pessoas. Resolvi dar atenção a outra pessoa que há tanto tempo está perto de mim, mas ao mesmo tempo tão longe. E sim estou a gostar muito da oportunidade que lhe dei em se dar a conhecer, tinha uma outra ideia dele, mais errada até, e sim estou feliz, e sim começo a gostar mesmo dele e sim espero ter sorte   mas ainda é muito cedo para tirar mais conclusões. Neste momento só posso dizer que ao nível de sentimentos estou bem e isso é que importa :)   

terça-feira, 7 de maio de 2013

Engraçado como uma pessoa que pouco nos diz com o tempo nos começa a dizer tanto! O fim-de-semana ainda me ajudou a perceber melhor isso. Há muito tempo que não tinha um fim-de-semana tão bom... Oxalá seja desta que tenha sorte mas.... só o tempo o dirá... Já não acredito em contos de fada, mas gostava de voltar a acreditar... nunca é tarde...

sexta-feira, 3 de maio de 2013

quarta-feira, 1 de maio de 2013

Optei pela razão...

Dei oportunidade à minha razão! Finalmente parei para a ouvir e deixei de lado o coração... até agora tenho apenas dado ouvidos ao meu coração e não tenho tido grande sorte, para não dizer nenhuma. Pela primeira vez ouvi a razão, e essa disse-me para eu lhe dar uma oportunidade antes que seja tarde demais, e eu dei.
Ouvi-a e ela disse-me coisas muito lindas, as coisas que eu gostaria que o coração me dissesse, mas não vale a pena esperar por ele, pois sei que não me dirá, até porque esperar é o que tenho mais feito na vida.
Fica aqui registado o inicio de mais um capítulo...

quinta-feira, 25 de abril de 2013

Oportunidades...

É tempo de dar novas oportunidades... dar oportunidades onde se veja que poderá dar algum fruto e não oportunidades onde se sabe que nada irá crescer... Se é o melhor? Sim, acho que sim, o fruto até pode não amadurecer sequer mas, neste momento, é a melhor decisão que poderia ter tomado.

segunda-feira, 22 de abril de 2013

O tal ditado...

Aquele velho ditado descreve tao bem aquilo que sinto neste preciso momento "se o arrependimento matasse eu estava morta..." como  é possível estarmos a fazer algo que sabemos que  é errado mas mesmo assim vamos para a frente? são as tais expetativas, ilusões que criamos que nos motivam mesmo tendo noção que não é correto. É a única explicação que encontro,que me tenta convencer que não sou doida!

domingo, 21 de abril de 2013

segunda-feira, 15 de abril de 2013

sexta-feira, 12 de abril de 2013

É tudo uma questão de consciência...

... ou melhor não é tudo, é quase tudo... Há ações que tomamos que não têm a ver com consciência, há outras que inevitavelmente nos fazem doer a consciência... e a consciência dói, e é uma dor pesada, e a minha dói... Agora já nada posso fazer, o mal (que poderia ter sido bem pior) já está feito! Mais um mau karma acumulado, menos uma senha de entrada para o céu... a minha vida é assim, cheia de incidentes de percurso... agora é mais um fardo que tenho de carregar, bem caladinha!

quarta-feira, 27 de março de 2013

Paz interior procura-se...

Preciso de paz interior... e quando estava prestes a começar a senti-la (algo que há muito tempo não sentia) ela desapareceu e foi substituída por um grande peso nas costas (entenda-se consciência). Não me sinto nada bem, mas sei que sou forte e tudo será ultrapassado, para que possa voltar a procurar a bendita paz interior!

Voltar as costas...

A vida é feita de opções/escolhas. Umas fáceis outras difíceis, ninguém disse que a vida é fácil, viver é complicado, nem sempre ficamos felizes com as escolhas que fazemos, mas quando sabemos que são as melhores isso é o que mais interessa... Por vezes somos mesmo obrigados a voltar as costas... 
E tive que voltar as costas a muitas pessoas neste momento... mais do que poderia sequer algum dia imaginar... e fico com um misto de alivio, tristeza, e um nó no coração e na garganta...
Se fiz bem? não sei. mas é o politicamente correto... se pensar bem sei que foi o melhor, e é só nesse ponto que  tenho de me focar agora!


segunda-feira, 25 de março de 2013

Sem mais nem menos vi-me metida numa situação complicadissima... dá a sensação que eu estou de fora a ver-me nessa situação, a ser espectadora de algo que me parece meio surreal... mas pela qual já tive, há uns anos, uma experiência idêntica. É algo que à priori não parece ter mal nenhum mas que me está a fazer sentir mal... isto só a mim! Acumulo mau karma que é uma loucura!

sábado, 23 de março de 2013

Ontem e hoje fui ao ginásio e apercebi-me que não pensei em ti lá nem por um segundo... é bom muito bom, é triste muito triste... aos poucos conseguiste afastar-me de ti... falo contigo mas já não é aquela coisa e sinto pena, sinto pena porque podiamos ter tido outro final mas não quiseste...oxalá me tivesses agarrado...

domingo, 17 de março de 2013

A minha vida é uma maluquice pegada! Eu cada vez sou mais maluca! Quem se mete comigo é só malucos! E pronto, por hoje é tudo e já é demasiado!

domingo, 3 de março de 2013

Não acho normal!

Devo ter falhado algum passo na noite de passagem de ano! Ou não comi as passas, ou pus mal o pé, ou comi passas a mais... 

Qual é a probabilidade de me acontecer, num espaço de um mês e pouco o mesmo tipo de situação? dois gajos casados a atirarem-se a mim? no final no ano diria que nenhuma. O ano iniciou e já me aconteceu duas vezes, portanto algo de errado se está a passar, devo ter feito algo de errado naquela passagem de ano e as coisas não correram como deveriam! Não acho normal, e ainda por cima quando são pessoas, sim senhora, bastante giros, atraentes...e que eu estaria longe de imaginar ter o quer que seja com eles?? não acho normal.

Sobre um desses gajos: Qual é a probabilidade de ir ao bar do costume e toda a gente se ir embora e ficar eu, a amiga, os funcionários e o dono? nenhuma. E qual a probabilidade de ficar sozinha com o dono do bar? abaixo de zero! Pois, mas aconteceu e eu não acho normal! E ficarmos lá "presos", às escuras, mais tempo do que era suposto pois estava a chover imenso? abaixo de zero, nem tão pouco estava a chover quando entrámos no bar!! Não acho normal!

E qual a  probabilidade do dono do bar me encostar à parede e beijar? abaixo de zero. Mas aconteceu, e eu tentei fugir, rezei mil Avé Marias pois embora nunca tivesse pensado em nada, o gajo é bonito e ia  morrendo pois tive que fazer de contas que era lésbica e que não gostava de homens! Não acho normal!

Nada do que se passa na minha vida ultimamente eu acho normal senhores, mas andei a "dormir" tantos anos porquê?? Dá-me para rir bastante! lol mas também me dá para bater ligeiramente com a  cabeça na parede por ver tanto gajo bom casado!

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Estou feliz!

Realmente já me contento com pouco!! Mas na verdade é que estou feliz e para muitos é uma parvoíce pegada... mas cá vai...
Tenho duas tatuagens (uma no pé, outra na barriga) mas tenho mais dois sítios onde gostava de fazer (pulso e ombro). No pulso sempre achei que teria de ser uma palavra ou um símbolo que me desse força, pois para mim é um sitio que indica coragem, que quando estivesse mais em baixo olhasse para lá e me desse força! Há pouco resolvi fazer mais uma das minhas milhentas pesquisas, e não sei como, fui bater com os olhos nuns terços e voilà é isso mesmo! Sou católica, creio em Deus (não nos padres, mas isso é conversa para outro post), rezo todas as noites e tento ir buscar forças a Deus, por isso é isso mesmo que estou a precisar no meu pulso! Pus aqui esta imagem pelo terço em si mas no pulso será mais pequeno, e na parte de dentro do pulso! Gosto desta tatuagem porque não está muito carregada, traços leves como eu gosto! :)
No ombro ainda não sei, mas embora tenha andado a fugir da minha maior loucura, as borboletas, acho que é isso mesmo que vou lá colocar (mas isso logo se pensa!). A próxima será mesmo no pulso e um terço, e não se fala mais nisso!! Para quando não sei, não há dinheirinhos para isso neste momento, se bem que a altura do ano não podia ser a melhor (Inverno) mas agora não dá e claro tenho que me mentalizar das dores (ainda me lembro das que tive na barriga) mas vai ficar linda, pelo meu tatuador só saem coisas brutais!!

Em parte não me reconheço e até é bom sentir-me assim!!

E a minha realidade anda muito aquém das expectativas que,  inevitavelmente (e fazendo um grande esforço para não criar) acabo por criar. Expectativa e realidade são na maioria das vezes o oposto e isso acaba por magoar...
Embora nada do que se passa à minha volta seja aquilo que eu realmente queria, a verdade é que me faz ficar confusa... mas um confuso que me faz querer e não querer, muito rapidamente, fazendo de mim uma pessoa sem estar bem ciente do que quer (algo de estranho em mim, pois sei sempre o que quero) e continuo a saber o que quero, mas como não se pode ter a realidade que gostava para aqui fico balançando de um lado para o outro! E tenho de confessar que até acho engraçado, encarnar uma outra "personagem" que não pareço ser eu, mas sim como outras pessoas que conheço! Estranho, confuso, mas que ao mesmo tempo me faz achar a sua graça! Faz-me pensar que se calhar o melhor, o truque, está em viver a realidade que nos é apresentada, aproveitá-la e levar tudo com um sorriso, sem stress...Aproveitar todos os momentos e ficar confusa de vez em quando, deixando em "stand by" assuntos antigos, porque não deixá-los em stand by? Não existe mesmo prioridade, logo o "stand by" parece-me bastante bem!
Em parte não me reconheço e até é bom sentir-me assim!!

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Homens e a perdição...

O mundo está perdido senhores!! E os gajos deste mundo também!!! Mas que é isto... como é que uma mulher pode confiar no marido que tem em casa? não pode!! Olha se calhar tenho é de agradecer por não ter marido.... com o que vejo à minha volta, a vontade de confiar neles é 0!!! Um zero bem redondinho!!!!

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Sonhos e seus significados...

Esta noite sonhei com caca.... para não dizer um nome pior! Supostamente seria sinal de dinheirinho... mas o cabrão do meu patrão não me pagou o que prometeu! Será que o sonho atrasou-se um dia, e vou receber amanhã?! ou será que sonhar com caca afinal significa que homens casados andam de roda das outras pessoas? É que sinceramente não entendo que praga é esta que me está a acontecer este ano!!!

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Oxalá fosse tudo mais fácil...

... hoje quando olhei ainda te "revi" encostado aquela parede, onde te costumavas pôr. E depois de seguida vêem pequenas memórias minhas, tuas, nossas vividas naquele espaço! Muita loucura, muita insanidade boa :)
Mas vai tudo desvanecendo aos poucos, lembro-me de ti já só quando lá entro, já só me dói a tua ausência quando lá vou, cá fora vou-me esquecendo mais, quando me levanto já não me lembro de ti! Era o que tu querias não era? perder-me.... cada dia que passa vais conseguindo que tal aconteça....
Oxalá fosse tudo mais fácil e me interessasse por quem está interessado por mim! Seria tudo muito mais fácil!
"Estás triste comigo?"
Não deves querer que esteja feliz a atirar foguetes! Olha-me que estes gajos têm cá uma lata! Armam-se em engraçados e depois querem que uma pessoa se ria a toda a hora das merdices que dizem e fazem!! Haja paciência que eu cá não a tenho!!

domingo, 17 de fevereiro de 2013

Resumo dos últimos dias....

E agora que já dormi como se não houvesse amanhã já posso fazer o resumo da última semana em que senti imensas saudades da minha querida cama....
Juntaram-se saídas com os amigos (em que me testei a mim mesma para ver até onde ia a minha capacidade de auto controle, para perceber o quanto ainda gosto da pessoa que por aqui se tem falado no último ano e meio! Resultado do teste foi o que já me tinha apercebido: a ausência vai desvanecendo o sentimento e isso é bom, pois para quem não se decidiu até aqui das duas uma - ou vai ficar mesmo na dele ou vai-se decidir quando eu já não gostar mesmo nada dele!).
Com base nessas saídas também se tomaram outras decisões: acabar uma história que ainda mal tinha começado, que ainda tinha deixado poucas raízes  e antes que elas aumentassem e vendo que não existiria futuro, o melhor foi pôr tudo em pratos limpos, pela primeira vez pus as coisas em pratos limpos ainda elas mal tinham começado, ao invés do típico "deixa andar". Estipulei os meus objetivos, aquilo que procuro e que quero para o meu futuro; se não me podem dar o que peço, então o melhor é seguir em frente, um dia hei-de encontrar, ou não! Mas ao menos não ando para aqui a perder tempo a enganar-me e a meter-me num filme onde eu seria a única a sair magoada!
Mais uma saída e combinou-se o Carnaval.... sim este ano não sei o que se passou comigo mas aderi, com a  força toda, ao espírito carnavalesco! Por norma, com a minha profissão, quer goste ou não, tenho que aderir minimamente, mas este ano mesmo fora do local de trabalho fiz questão de brincar ao Carnaval e lá fui à discoteca aqui da zona, na segunda-feira de Carnaval, o dia mais forte! Adorei! Adorei o disfarce (Lara Croft, pois sempre quis ser da PJ e disfarçada desta menina lá fui eu carregadinha de pistolas!!), adorei a companhia das amigas, e do pessoal que encontrei, rimos uns dos outros, dos disfarces que levámos. E passados uns dias, ainda continuo a rir, depois de ontem ver as fotografias que o fotógrafo nos tirou (no mínimo hilariantes!)
Depois veio o meu aniversário (ah pois é, 28 aninhos já cá cantam!) Filha de pais divorciados e depois de muitos anos distante do pai, este ano dividi-me o melhor que pude, entre pai, mãe, avós e amigos (mais parecia os ciganos a festejar o aniversário uma carrada de vezes!) Trabalhei nesse dia e a comemoração com os meninos também foi fantástica, adorei! Cantaram-me os parabéns uma carrada de vezes e depois veio o "moche" e demos um abraço colectivo! Os meus "filhos" estragaram-me com mimos nesse dia! :)
Depois veio aquilo que eu esperava (infelizmente comecei a senti-la logo no dia dos meus anos) a boa das constipação! Ah pois é, depois de tantos dias a apanhar imenso frio à noite, a Dona Constipação tinha que me vir visitar! E depois graças a ela e a tantos dias a deitar-me tardissimo comecei a ir para o trabalho a cair de sono a contar as horas todas para vir para casa! Felizmente apareceu a sexta-feira à noite e pude dormir como se não houvesse amanhã!!! Este fim-de-semana nem que recebesse um convite do Papa eu não sairia de casa!!!! Cura de sono feita, tenho a dizer que estou satisfeita e orgulhosa de mim mesma por estar a afastar-me de coisas/pessoas que poderão magoar-me, de conseguir dizer o não e mantê-lo, sem que de seguida faça o contrário! Ah pois é, de vez em quando crescemos, faz parte da lei da vida! :)

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Hoje vou dormir como se não houvesse amanhã..... e amanhã conto o porquê de tanto sono... ;) FUI!

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

"Se é para acontecer pois que seja agora..."

Mais uma excelente música dos Deolinda! Estão de parabéns, é linda!!!


"Nós havemos de nos ver os dois
ver no que isto dá
ficar um pouco mais a conversar
Ter a eternidade para nós
Quem sabe, jantar,
Se tu quiseres pode ser hoje

Tem de acontecer, porque tem de ser
e o que tem de ser tem muita força
E sei que vai ser, porque tem de ser
Se é pra acontecer, pois que seja agora

Nós havemos ambos de encontrar
um destino qualquer
ou um banquinho bom para sentar
Vai ser tão bonito descobrir
que no futuro só
quem decide é a vontade"



.... e a letra diz muito de mim, neste preciso momento...! Era bom que no futuro eu descobrisse que "quem decide é a vontade"! Por mim era já! ;)  Pois se é para acontecer que seja agora!

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

A minha sanidade mental está a ir pelo cano de esgoto abaixo!
E por hoje está tudo dito! Vou deitar-me antes que o resto de sanidade que ainda tenho se evapore!

domingo, 3 de fevereiro de 2013

"Beija flor" salvou-me a noite...


Ainda que tenha sido um pouco mal cantada (nem me atrevo a dizer quem foi o "cantor" que esteve no bar de ontem à noite, não vá para ai ferir algumas susceptibilidades), tenho a dizer que foi esta música que me salvou a noite!!! Ao menos posso dizer que afinal fiz bem em ter saído de casa, para ficar a conhecer esta musiquinha tranquila ;)

Stay at home!!

Decididamente há dias em que não se deve de sair de casa.... desde ontem que ando com a "neura" e esta noite não era para sair mas contrariei-me e fui para não ficar em casa a deprimir sobre assuntos que nem valem a pena, e mesmo assim não tive grande sorte... o bar que costumo ir, tão porreirinho, esta noite não estava nada de especial (pouco pessoal, musiquinha a deixar muito a desejar...) Decididamente deveria ter ficado o dia todo na cama e não só a tarde, em que fiquei a "papar" as Anatomia de Grey atrasadas, gravadas na box! XD

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013


Bolas, mas as minhas parece que não têm fim!! Hoje estou mesmo com a neura!!!

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Quero acreditar que sim!!

Oxalá que seja verdade, é complicado, mas gostaria de acreditar que sim!







Check up.... doença não curada ainda...

O check up do momento diz que a doença ainda não está curada... sei que não me curei, ainda, quando todos os dias que entro no gym ainda penso em ti e nos bons momentos que lá tivemos, dentro e fora de lá... de tudo o que vivemos!

domingo, 27 de janeiro de 2013

Hoje não é o melhor dia para me virem falar! Eh pá dá-me para rir mas também me começa a dar raiva.... agora já estou com muita raiva.... das coisas que se andam a passar na minha vida. Quero uma vida com menos filmes, uma vida menos complicada, que alguém menos complicado se aproxime de mim!

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

Afinal o ano novo começa e as preocupações/problemas são exatamente os mesmos! No final de ano é suposto estabelecer-se metas/objetivos para o ano seguinte, fazem-se promessas, fazem-se desejos mas no final de contas muda o ano mas está tudo na mesma... é o que eu sinto. Não é por o ano ter acabado e começado outro que os problemas ficaram para trás. Eles continuam cá e têm de ser resolvidos.
Hoje é um dia que me sinto extremamente cansada psicologicamente, embora esteja ainda no inicio da semana, sinto-me estoirada e com saudades do tempo em que me preocupava com tudo menos com os meus ordenados, que era aquilo que tinha de mais certo na minha vida e que agora nem isso tenho!
Agora, agora é o andar à deriva também nesta área, já não bastava as outras...!

sábado, 5 de janeiro de 2013

A saudade dói... e volta a doer...

Tantas, tantas mas tenho tantas saudades, que dói-me tudo!
Mas no final de 2012 tive que tomar uma decisão, uma decisão que tive 1 ano para tomar mas nunca o fiz, nunca tive coragem suficiente para a tomar, senão agora: tenho de partir para outra e parar de andar atrás de quem não gosta de mim o suficiente e ignorar. Mas dói ignorar  quem gostamos, mas quando chegamos ao fim da estrada e vemos que não há outra saída não se pode fazer mais nada senão desistir... Ficaste em 2012, "morreste", e não fizeste de nada para o impedir.
Apesar da loucura que cometi e talvez volte a cometer, continuo a dizer que gosto de ti. Gosto de ti, e tenho saudades tuas. Tenho saudades das nossas zangas, das nossas gargalhadas por coisas sem sentido, das cócegas que me fazias, dos nossos corpos bem juntos, do dormires agarrado a mim sem me deixares mexer, do teu mau humor. Tenho saudades tuas e oxalá sintas o mesmo por algum momento, para entenderes do que falo...
Tenho saudades tuas, mas como sempre, fiz de tudo para te ter, mas só foste meu por breves instantes que tu próprio escolheste...
Tenho saudades tuas mas já não posso fazer mais nada... só e apenas ignorar-te.

P.S. Em resposta à mensagem que me deixaste... Bom ano também para ti... oxalá sejas feliz e principalmente, que não te percas neste mundo!



Tenho tantas saudades tuas Pintas.... tantas....